Terça-feira, 25 de Março de 2008

Reflexão: Violência contra os animais

Esta história aconteceu num passado muito recente em Lisboa.

É a história do Blue (nome fictício). Um PitBull meigo e equilibrado. O cão vive na Zona J com o seu dono e o seu pai. Durante 3 dias os vizinhos não viram o pai, tendo concluído que o cão o tinha morto... E que o cadáver estava em casa!

Ninguém se lembrou de perguntar ao filho pelo pai, que por sinal está internado com uma perna partida. Foi mais fácil chamar os bombeiros, polícia e canil municipal. Como o filho não estava em casa, os bombeiros arrombaram a porta, os funcionários do canil amarraram o cão com 3 laços, bateram-lhe até ele sangrar da boca, dos olhos... de todo o lado.

O cão foi para o canil, mas como tinha tudo legal saiu em miserável estado, todo desfigurado, com vómitos, diarreia, anémico...

Quando entraram à força na casa o cão estava a defender o seu território, o seu lar invadido inutilmente!

O Blue foi imediatamente internado numa clínica veterinária pelo seu dono, estando este a despender de muito dinheiro para tratar o seu cão que foi violentamente arrancado de sua casa e levado para o canil da zona. A quem poderá ele apresentar as contas?

O Blue ainda não come porque os laços feriram o pescoço e garganta...

Tem os olhos com hematomas das pancadas. A diarreia ainda está descontrolada. Ficou nervoso, mas não revoltado contra estranhos.

Há que questionar a paranóia que se está a apoderar da sociedade. Uma história para reflectir...

.

Texto retirado do site da ABRA

publicado por Sofia_hd às 14:55
link | comentar | favorito

Desaparecidos/Apelos

Reflexão: Violência contr...

Veja os apelos mais antigos

Perfil da Autora

links

tags

todas as tags

RSS