Terça-feira, 25 de Agosto de 2009

Animais abandonados: 60 cães vivem num asilo criado por empresária de Famalicão

"Há dois anos que uma empresária acolhe, no Parque da Terra Nova, cães doentes, abandonados e maltratados e dá-lhes comida, medicamentos e liberdade. "Na prática, a minha casa é uma espécie de lar para cães doentes e abandonados", referiu Paula Ferreira, a criadora do Parque da Terra Nova, em Riba de Ave, Famalicão.

Empresária têxtil durante um quarto de século, Paula Ferreira começou a adoptar cães há cerca de dois anos. Primeiro tomou conta de cães que amigos encontravam abandonados. Depois alguns veterinários começaram a pedir-lhe receber cães com doenças graves ou abandonados pelos donos nos consultórios. "Actualmente tenho 60 cães e tenho a noção de que não posso aceitar mais nenhum. Implica um auto-controle muito grande", frisou a responsável pela quinta.

Das seis dezenas, contam-se pelos dedos de uma mão os que não têm problemas de saúde. "Tenho vítimas de acidentes de viação, de acidentes de caça, de maus-tratos, tenho cães mancos, cegos, com AVCs e até um cão que foi abusado sexualmente", relatou.

Nomes para todos
Todos os cães têm nome e, tanto Paula Ferreira, como a prima Alexandra Oliveira, também responsável pelo projecto, sabem a história de vida de cada animal. No blogue Parque da Terra Nova (
http://parquedaterranova.com/), são contadas as histórias de vida de cada um dos cães e são pedidos "padrinhos e madrinhas" para os animais. Em 2010 deverá ser publicado o livro "Alma de Cão", com o relato das vidas atribuladas de cada animal.

Para alimentar 60 cães, só em ração, carne e arroz, são gastos 350 euros por semana que saem do orçamento familiar da dona da quinta e das ajudas financeiras e em géneros que vão chegando a Riba de Ave.

Todas as noites, Paula Ferreira com a ajuda da família e de um empregado, prepara três panelas de comida. "Os cães estão divididos por grupos e cada grupo tem a sua hora de comer, de andar à solta pela quinta e de recolher", disse. A ordem é mantida para criar rotinas e, sobretudo, por uma questão de organização do trabalho de alimentar, brincar e passear com 60 cães.

Episódios de violência
De todas as histórias, algumas sobressaem pela violência. Em 2004, chegou ao parque um doberman com as patas arqueadas e definhadas. "Era um cão reprodutor que um criador manteve numa jaula pequena durante muitos anos e o animal não se podia esticar. Ficou com as patas tortas para toda a vida", revelou Paula Ferreira.

No mesmo ano, o parque acolheu Julieta, uma cadela que estava no canil do Porto para ser abatida. "Disseram-nos que tinha mordido a um agente da PSP, que era muito perigosa e até tivemos que assinar um termo de responsabilidade para a trazer", recorda, enquanto afaga a cadela, "uma das mais dóceis da quinta".

A Preta Grande (na quinta, há mais duas cadelas com o nome Preta), cruzada de pit-bull, é um exemplo de dedicação. "O dono era um toxicodependente que morreu com sida. Enquanto esteve no hospital, os amigos levavam-lhe fotografias da cadela e parecia ser o único estímulo a que o doente reagia", recorda a dona do asilo de cães.

Do Parque da Terra Nova nenhum animal é vendido. "Já demos alguns cães para adopção mas seleccionamos muito bem as famílias onde vivem porque não fazemos negócio com a vida dos cães", garante Paula Ferreira."

 

Fonte: Público

 

 

 

publicado por Sofia_hd às 14:53
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De arca_animalis a 14 de Setembro de 2009 às 21:49
Posso colocar este video no meu blog?


De Sofia_hd a 14 de Setembro de 2009 às 21:50
Sim, o video é da RTP não é meu ;)


Comentar post

Desaparecidos/Apelos

Cocker Spaniel encontrado...

Dia Mundial do animal

Petições que devem assina...

Petição pelo fim das tour...

Cão perdido ou abandonado

Cão em risco de ir para c...

Labradores para adopção (...

Adopções urgentes (gatil ...

Cadela Dálmata perdida ou...

Cadela jovem para adopção...

Cão cruzado de Cão d'água...

Cadelinha para adopção (L...

Cadela de raça Malamute p...

Associação dos Amigos dos...

Cão ajuda gata durante o ...

Cadela desaparecida - V. ...

Cadela para adopção (Marg...

Cão para adopção - Lisboa

Gato para adopção

Animais para adopção urge...

Cão desaparecido - Seixal

Gata para adopção

Cadela desaparecida - Ben...

Dono ou FAT urgente! - Po...

Paulo Rangel e os direito...

Gato para adopção urgente

Gato para adopção

Rottweiller para adopção

Huskie para adopção

Gata para adopção

Cadela (4 meses) para ado...

Cadelinha em risco: adopç...

Cão desaparecido

Ajuda para gatinha apedre...

Ajuda urgente para cachor...

Dono ou FAT urgente! - Av...

Cão para adopção - Azeitã...

Husky (bebé) para adopção...

Cadela e filhotes precisa...

O Refúgio das Patinhas (P...

Cadelinha para adopção

Cadelas para adopção - Ma...

Chow chow para adopção - ...

Boxer desaparecido - Espo...

Pittbull para adopção - B...

Cães Labradores encontrad...

Compre postais de natal e...

Gatas para adopção - Sobr...

Cadela para adopção - Por...

Gato para adopção - Oeira...

Veja os apelos mais antigos

Perfil da Autora

links

tags

todas as tags

RSS